Crítica: Os Estagiários (The Internship, 2013)

os-estagiarios-e1365617400319Existe uma dificuldade muito grande por parte da maioria do público brasileiro em aceitar as comédias americanas que são lançadas todos os anos, e isso faz com que muita gente acredite faltar filmes bons desse gênero. Existe ainda uma outra corrente que acredita que muitos desses filmes acabam por não receber a devida atenção em território brazuca por estarem carregados de piadas culturais que fazem muito mais sentido pra quem está acostumado com o estilo de vida americano.
Não sou nenhum especialista sobre o assunto e não pretendo responder essas questões, mas como experiência pessoal posso dizer que me sinto órfão de boas comédias as vezes.
Cresci assistindo filmes de Jim Carrey, Eddie Murphy, Steve Martin entre outros, e esses caras foram alguns dos responsáveis para que o gênero comédia fosse o meu favorito durante boa parte da minha vida. Mais tarde descobri Chaplim e descobri a razão pela qual ele é considerado até hoje como um grande mestre por muitos (inclusive por mim).
Quero esclarecer uma coisa, não compartilho da opinião rabugenta desse pessoal que diz que não se fazem boas comédias hoje em dia, aliás, acho isso uma tremenda injustiça em tempos que nomes como Sacha Baron Cohen vem ganhando cada vez mais força mas, por outro lado admito que é uma pequena minoria de filmes nessa categoria que me agradam hoje em dia.
Veja bem, não estou afirmando que são em sua maioria ruins, apenas digo que a maior parte deles simplesmente não me atinge e muito menos me motiva a ir ao cinema.
Por tudo isso que escrevi acima eu fui com uma expectativa baixíssima assistir Os Estagiários (The Internship, 2013), estrelado por Vince Vaughn (que também foi um dos roteiristas e produtores do filme) ao lado de Owen Wilson.
A dupla já tinha demonstrado certo entrosamento em Penetras Bons de Bico (Wedding Crashes, 2005), mas aqui eles demonstraram amadurecimento tanto em suas interações na tela quanto na trama muito mais envolvente do que a que vimos em seu último trabalho juntos em 2005.
A história é simples, dois vendedores excelentes que já não são mais tão jovens acabam por perder seus empregos. Numa tentativa de recomeçar a batalha do dia a dia sem perder o entusiasmo eles decidem se inscrever em um programa de estágio do Google, uma das empresas mais descoladas que existem!
De uma maneira geral esse filme não arrancou muitas gargalhadas de mim, talvez porque meu estilo de humor seja outro, mas confesso que me surpreendeu muito de forma positiva e meio que sem querer me diverti muito durante a sessão.
A grande sacada do filme foi abranger o universo virtual/nerd sem forçar a barra, o que poderia ser uma grande cilada em uma época onde ser nerd está na moda. Isso garantiu boas cenas e rendeu até mesmo algumas piadas com um timing perfeito. Mais um ponto pro senhor Vaughn, que é o verdadeiro dono do filme.
É claro que existem alguns problemas que me incomodaram um pouco, mas felizmente não a ponto de me sentir perdendo tempo.
Se prepare, pois você verá um filme abarrotado de clichês americanos. É sério, tem o patrão escroto, o colega de trabalho escroto, gatinha genérica sem importância pra trama que o protagonista vai pegar no final, grupo de esquisitos que acaba por conquistar o público e até mesmo um sujeito magricelo com sombrancelhas do tamanho de um mandruvá que cumpre a cota de bullyng em filmes americanos. Esse sem dúvida foi o ponto mais fraco do filme pra mim, sem esse bully esquisto e sem motivação aparente o filme com certeza teria ficado ainda mais legal. #fikdikhollywood
Você vai rir, não muito, mas aposto que você vai se divertir com as boas ideias desse filme! A estréia de Os Estagiários está prevista para o dia 30 de agosto de 2013, confira a agenda em sua cidade!

NOTA:

Vale o Ingresso, a Pipoca e Ainda Pago Pros Outros
Vale o Ingresso e a Pipoca
Vale o Ingresso
Vale o Ingresso no Dia da Promoção
Teria Sido Melhor Ir Ver o Filme do Pelé

Post Author: Lucas Mota

1 thought on “Crítica: Os Estagiários (The Internship, 2013)

    Tiago

    (agosto 28, 2013 - 9:32 pm)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *