Crítica: Jobs (jOBS, 2013)

JOBSposterO filme Jobs (jOBS, 2013) dirigido por Joshua Michael Stern foi feito para quem já conhece um pouco da história de Steve Jobs.
Quando falamos de Steve Jobs, estamos falando de um universo cheio de inovações, tecnologia e ideias que mudaram o percurso do mundo. Jobs não só criou a Apple como ressuscitou a Pixar das cinzas, criou a NeXT que ajudou no desenvolvimento da criação da internet, revolucionou a industria musical e fez com que os devices como smart phone se tornassem mais atraentes do que o personal computador.
Eu como fã do Jobs esperava ver tudo isso e um pouco mais de sua vida conflitosa no filme, mas o roteirista Matt Whiteley parece ter se preocupado em mostrar mais como a Apple foi fundada e a chegada de Steve Jobs como CEO da empresa.
O filme conta a história da ascensão de Steve Jobs (Ashton Kutcher), de rejeitado no colégio até tornar-se um dos mais reverenciados empresários do universo da tecnologia no século 20. A trama passa pela jornada de autodescobrimento da juventude, pelos demônios pessoais que obscureceram sua visão e, finalmente, pelos triunfos que transformaram sua vida adulta.
Com exceção de uma cena na Índia que considero dispensável, o primeiro ato do filme é muito bom, Joshua Michael Stern consegue levar o telespectador para um possível contexto que Jobs viveu nos anos 70. As cenas na garagem com seu amigo Wozniak (Josh Gad) estavam prometendo um ótimo desfecho, mas talvez por falta de tempo ou a dificuldade de escrever um filme dessa grandeza com o roteirista novato, o segundo ato do filme acaba não explorando melhor os conflitos deixando o clímax fraco e mediano.
O que mais me surpreendeu no filme foi o elenco. Ashton Kutcher (Steve Jobs), Josh Gad (Steve Wozniak ), Dermot Mulroney (Mike Markkula), J.K. Simmons (Arthur Rock) entre todos os outros estão muito bem no filme. Alguns atores como James Woods que gosto muito, aparece rapidamente no filme dando uma impressão que teriam um papel com mais de três minutos na trama.
Ashton Kutcher (Steve Jobs) não consegue deixar todas as suas manias de ator que as deixa iguais em quase todos os seus filmes, mas mesmo assim consegue fazer uma excelente atuação como o fundador da Apple. Ele está bem parecido fisicamente com Steve Jobs, alias, acho que umas das preocupações da realização do filme era achar atores parecidos com os da vida real.
Se você já conhece algo sobre o revolucionário Steve Jobs, isso pode te ajudar a preencher algumas lacunas no filme, mas se você só sabe que ele criou o seu Iphone e é fundador da Apple, recomendo ler ou buscar alguma coisa antes no youtube como seu discurso em Stanford. Vai tornar a historia do homem que tinha o dom de aproximar a tecnologia do homem e afastar as pessoas dele um filme um pouco mais interessante.
O filme tem previsão de estréia para o dia 06 de Setembro de 2013, confira a agenda em sua cidade!

NOTA:

Vale o Ingresso, a Pipoca e Ainda Pago Pros Outros
Vale o Ingresso e a Pipoca
Vale o Ingresso
Vale o Ingresso no Dia da Promoção
Teria Sido Melhor Ir Ver o Filme do Pelé

 

Post Author: Tiago Esmeraldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *