Crítica: Família do Bagulho (We’re the Millers, 2013)

Crítica: Família do Bagulho (We’re the Millers, 2013)

familia25 de Setembro de 2013

Sou um grande fã assumido da Jennifer Aniston e isso não se dá apenas por eu achar que mesmo aos 44 anos de idade ela ainda representa o auge da gostosura feminina, pois também gosto dela como atriz.
Assisti a quase todos os filmes de sua carreira e devo admitir que apenas uns poucos deles são realmente bons, assim como apenas uns poucos são terríveis a ponto de me fazer querer arrancar meus olhos ao assistí-los. No geral, Aniston consolidou sua carreira cinematográfica em cima de filmes medianos e muitas vezes bobinhos, quase sempre uma comédia romântica daquelas bem despretensiosas e até bobinha mas que também não chega a ser um desastre.
Jason Sudeikis também não é nenhum Al Pacino (aliás, nem o Al Pacino está conseguindo ser o Al Pacino ultimamente) e também parece estar consolidando sua carreira cada vez mais em projetos despretensiosos, porém com uma certa “graça”.
Ambos já haviam trabalhado juntos em Quero Matar Meu Chefe (Horrible Bosses, 2011), que também não é lá essas coisas mas consegue arrancar algumas risadas e até mesmo divertir seus espectadores, mas decidiram se juntar outra vez em Família do Bagulho (We’re The Millers, 2013) para mais uma comédia politicamente incorreta e cheia de personagens curiosos.
Antes de qualquer coisa quero gastar algumas palavras pra dizer o que achei dessa tradução do nome do filme. Eu me incomodo muito com certas traduções de nomes de filmes assim como muitas pessoas mas na maioria dos casos eu simplesmente relevo, porém dessa vez decidiram traduzir We’re the Millers (que ao pé da letra seria algo como: Nós Somos Os Millers) para Família do Bagulho. Não quero ser esse cara que dá um ataque de pelancas só por causa de um nome bobo, mas vamos combinar que “Família do Bagulho” foi uma pequena forçada de barra. Tem que ver isso aí, pô!
O filme conta a história de David Clark (Jason Sudeikis), que é apenas um traficante quarentão que optou por continuar solteiro e não começar uma família. David leva a vida vendendo maconha e passa o resto do tempo sentado em seu apartamento, porém acaba cometendo uma certa “cagada” e passa a dever uma enorme quantia de dinheiro para seu “patrão” Brad Gurdlinger (Ed Helms), que por sua vez oferece uma chance de David quitar sua dívida através de um trabalho que envolvia trazer uma certa quantidade de maconha do México para os Estados Unidos, e para conseguir um “disfarce perfeito” David decide montar uma família falsa para passar despercebido pela fronteira apenas como um bando de turistas bobões.
Essa família é composta por uma stripper já decadente e sem nenhum tipo de carinho por David vivida por Jennifer Aniston, um garoto completamente ingênuo e meio abestalhado vivido por Will Poulter e uma adolescente revoltadinha e sem-teto que fugiu de casa aparentemente por coisa nenhuma interpretada pela cada vez mais promissora Emma Roberts.
Como já era de se esperar, o filme não é nenhuma obra-prima e apesar dos diversos clichês e da enorme quantidade de cenas bobalhonas que fazem o espectador corar a cara de vergonha pela falta de noção na tela, ele ainda consegue arrancar diversas risadas e por incrível que pareça possui várias piadas muito bem sacadas, e ainda de quebra logo após o final começa uma pequena sequência de erros de gravação onde podemos conferir algumas brincadeiras bem interessantes dos atores, o que me faz acreditar que eles mesmos não se levam muito a sério e logo, o filme merece uma conferida visto que apresenta honestamente a proposta de uma comédia simples e consegue sim nos arrancar várias gargalhadas.
Família do Bagulho está previsto para estrear no dia 27 de Setembro, confira a agenda em sua cidade!

NOTA:

Vale o Ingresso, a Pipoca e Quero Ver de Novo
Vale o Ingresso e a Pipoca
Vale o Ingresso
Vale o Ingresso no Dia da Promoção
Teria Sido Melhor Ir Ver o Filme do Pelé

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*