Análise: GTA V

Em outubro de 1997 foi lançado o primeiro jogo de uma das franquias de maior sucesso do mundo dos jogos e também um dos maiores hypes do momento! Nascia Grand Theft Auto para as plataformas Playstation,  PC e Game Boy Color.  O conceito era simples e como o próprio nome do jogo sugere, a temática do jogo consistia em “Roubo Qualificado de Carros”. Foi algo que gerou  polêmica (e ainda gera), pois pela primeira vez era possível se jogar com um “bandido”, ao invés do sempre bem visto “mocinho”.  Dezesseis anos depois a franquia apresenta o quinto capítulo de sua série principal e, mais uma vez, trouxe um divisor de águas e, provavelmente, o mais forte candidato à Jogo do Ano: GTA V!

GTA-5

Grand Theft Auto V
Ao contrário do que muito se especulava, GTA V não se trata apenas de uma versão melhorada  do que havíamos visto no quarto capítulo da série, mas sim de um jogo repleto de novidades e de muita qualidade! A mecânica do jogo está mais fluída do que nunca e uma mudança que me agradou deveras foi a jogabilidade dos veículos, finalmente é possível fazer curvas e drifts com maior facilidade e isso vai facilitar e muito a vida dos jogadores quando estiverem em fuga! Por falar em fuga, em GTA V fugir da polícia não é mais um trabalho tão simples, a sistemática aqui apertou e muito! Em algumas missões parecerá simplesmente impossível fugir dos tiras! Há quem não vá gostar muito dessa alteração, mas isso trouxe maior dinamismo e realidade ao jogo, o que forçará aos jogadores que não querem se arriscar tanto a serem mais cautelosos com suas atividades na cidade de Los Santos. À propósito, a cidade de Los Santos é um show à parte! Baseada em Los Angeles, essa é, de longe, a melhor cidade já construída pela equipe da Rockstar! São tantos detalhes e texturas que fica difícil não se impressionar com a qualidade gráfica e a arte conceitual do jogo! Los Angeles foi retratada fielmente pela alcunha de Los Santos e diversos vídeos já estão circulando na internet demonstrando a fidelidade da versão virtual da cidade norte americana! O mapa é simplesmente gigantesco e pra explorá-lo totalmente irá demorar algumas boas horas de jogatina.

Just breaking bad!
Em relação à trama do game, não entrarei em maiores detalhes, pois spoilers sobre o enredo principal do jogo e até sobre alguns acontecimentos seriam bastante malvados, mas  tudo o que você precisa saber é que este é o jogo com maior nível de malvadeza da série! São três protagonistas, cada um com características distintas e personalidade própria: Michael, Trevor e Franklin; o problema aqui é que nenhum deles bate muito bem das ideias! Trevor então é o pior de todos! Fazia algum tempo que eu não via tanta falta de juízo em uma pessoa só, Trevor conseguiu superar até mesmo Walter ‘Inconsequente’ White da série Breaking Bad e precisamos levar em consideração que isso é uma coisa muito difícil! A classificação indicativa do jogo reflete muito bem seu conteúdo (+18) e, acreditem, mesmo você sendo maior de idade se a sua mãe te pegar jogando isso ela vai ficar escandalizada com algumas coisas! O xis da questão aqui é que este é o fator que torna GTA V o melhor jogo da franquia, pois este esquema de 3 protagonistas deixou a jogabilidade simplesmente perfeita em relação à seus antecessores e muito mais imersiva, pois agora as possibilidades são muito maiores! Em determinadas operações será necessária a cooperação dos 3 protagonistas e isso é algo que veio para somar na jogabilidade do game.
Este também é o primeiro jogo da franquia que te prende realmente no modo história! E, como não poderia deixar de ser, ser mal nunca foi tão divertido! O jogo oferece muitas maneiras de se roubar veículos e de se sair na porrada com pedestres aleatórios pelas ruas de Los Santos. O principal atrativo da franquia permanece intacto e não difere muito de seus antecessores, mas existem muitos veículos para serem achados ou comprados e a adição de alguns outros (como o jet ski) tornou tudo ainda mais divertido, a propósito, quando for bater perna (ou rodas) por Los Santos, mantenha seus olhos abertos! O jogo é repleto de easter-eggs para os curiosos de plantão! E isso vai desde aliens perdidos, uma alma penada, um zumbi à até mesmo uma versão hippie de Jesus!

Conclusão
Indiscutivelmente este é o maior e melhor jogo da franquia. A ausência de uma versão para computadores foi sentida por alguns gamers, mas imagino que seja questão de tempo até que a mesma seja confirmada. GTA V superou até mesmo Vice City que, em minha opinião,  havia sido o melhor GTA já lançado. As rádios também estão presentes pra quem gosta de ouvir música enquanto dirige e algumas escolhas foram certeiras, embora outras tenham deixado a desejar, mas vale citar a quantidade de rádios presentes no jogo como fator positivo. GTA V vale cada centavo investido e não tenho dúvidas de que este game chegou como forte candidato à G.O.T.Y. (Game Of The Year)! Será difícil algum outro lançamento batê-lo. Ainda há muito o que se tirar deste game e, assim que seu modo on-line estiver em pleno funcionamento, possivelmente teremos também uma análise do mesmo. Embora não tenha levado nota dez em sons e jogabilidade, a nota final dessa análise será 10! Não há como não dar a nota mais alta pra esta obra prima criada pela Rockstar.

"Olá, meu nome é Trevor 'Maníaco' Philips e eu vou tocar o terror, bitch!"
“Olá, meu nome é Trevor ‘Maníaco’ Philips e eu vou tocar o terror, bitch!”

Versão analisada: Xbox 360 
Jogabilidade: 9,5
Gráficos: 10,0
Sons: 8,5
Diversão: 10,0
Nota final: 10,0 

Post Author: Jow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *